Quem é Você, Alasca?Nome:Quem é você, Alasca?
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Páginas: 272
Avaliação: 5/5

Sinopse:  Miles Halter leva uma vida sem graça e sem muitas emoções na Flórida. O garoto tem um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história, e uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em busca de um Grande Talvez. Para não ter que esperar o próprio fim para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para um internato no ensolarado Alabama, onde conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: Como vou sair desse labirinto? Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, e o impacto da garota em sua vida é indelével.


Olá leitores e leitoras, tudo bem?

Depois de muito tempo que eu terminei a leitura desse livro, eu finalmente conseguir escrever a resenha! Terminei esse livro no primeiro dia do feriado do carnaval :D É um livro para adolescentes, então é de se esperar que apareçam algumas cenas... "inapropriadas(bem de leve...)". Eu recomendo a leitura a partir dos 14/15 anos mais ou menos... Não se esqueça de pedir a opinião dos seus pais antes, beleza?

Então vamos lá!

Esse livro vai nos contar a mudança na vida de Miles Halter, um dia ele resolve ir para um colégio interno em busca de um grande talvez. Lá ele vai começar uma nova vida, totalmente diferente da antiga, que era sem graça e sem amigos. Nova vida, novo quarto e novos amigos.  Junto com os seus novos amigos e sua nova paixão. Isso é só o começo. Parece ser chato, só que NÃO É! Eu não vou me alongar nessa parte por conta dos spoilers, mas já adianto aqui que é um dos meus livros preferidos da VIDA! Vai ler AGORA! <3

Para quem não sabe, esse foi o primeiro livro escrito por John Green, e de cara nós já percebemos o estilo de escrita dele. Sempre um garoto nerd que se apaixona pela garota louca e popular. Outro ponto que aparece e muito nos livros dele é a escrita nerd, com gráficos e listas organizadas no estilo: "Eu não vou fazer tal coisa, afinal 1) blá blá, 2) blibli". Gosto muito da escrita dele, é bem simples e se desenvolve muito rápido. (Muito rápido mesmo, eu li em menos de um dia!).

O Miles é uma personagem que tem um gosto bem diferente, ele gosta de "colecionar" as últimas palavras das pessoas. O seu companheiro de quarto gosta de vídeo games e bebidas, e a nossa querida Alasca é muito misteriosa e "louca". Ela tem um estilo muito "vamos curtir a vida!". Algumas pessoas não gostaram dela, mas eu gostei muito... enfim. :D

As cenas do livro são muito engraçadas! Me deixou com aquela sensação de "você só vive uma vez! Vamos viver!" Eles curtem o momento com os amigos, fazem piadinhas e tal. Me deixou muito bem até. Mas eu queria dizer que apareceram umas cenas bem "ridículas" ali no meio. Não tinha necessidade de apelar para elas, mas enfim, não atrapalha em nada o livro...

Tá difícil esconder os spoilers... Vou tentar explicar sem soltar nenhum. Pode ficar tranquilo(a).

Então, os capítulos são bem curtos (coisa que eu gosto muito pois não me deixa cansado), eles são marcados com a quantidade de dias que faltam para alguma coisa acontecer, exemplo: "115 dias antes", o que me deixou com muito mais vontade de continuar. A curiosidade e o mistério sempre me faz querer continuar!

Na metade do livro, essa coisa acontece... A partir desse ponto, o "clima" muda um pouco e eles tentam descobrir o motivo e como aconteceu. As reflexões sobre a vida começam a aumentar muito, o clímax aparece e você fica com muito mais vontade de terminar, é muita emoção e dúvida para um livro só.

John Green tem um probleminha que me incomoda bastante, que eu já citei nas resenhas que fiz dos outros livros dele, que é finalizar. Ele sempre escreve tudo muito bem, emociona você e muito, aí chega no final e ele dá uma de Madeline e fala "foi só isso e mais nada...". No final desse, ele conseguiu me agradar. Esse é aquele tipo de livro que você não consegue explicar do que se trata, mas VOCÊ consegue entender o que o autor quis passar, ou seja, você deve tirar a mensagem do livro sozinho. O tipo de final que ele sempre faz funcionou muito bem nesse livro.

No geral, esse livro é muito divertido, emocionante e um pouco triste. Eu terminei e fiquei pensando sobre o que tinha acabado de ler um bom tempo. É mais ou menos uma metáfora sobre a vida. Vai viver enquanto você é jovem! Eu amo livros/filmes/séries assim, você não consegue explicar exatamente do que se trata, mas entende tudo perfeitamente.

Termino essa resenha indicando MUITO esse livro! VAI LER AGORA! É muito divertido mesmo. Com certeza é o melhor do João Verde. Espero que vocês tenham gostado. Se alguém tiver dicas de livros, filmes e séries com esse toque de drama, me indiquem nos comentários, é o tipo de história que eu gosto!

Até mais!


Siga o blog no Google Friends Connect e as redes sociais para ficar por dentro de tudo que acontece por aqui! Muito obrigado pela visita! 


Blog Literando || Facebook || Twitter  || Instagram || Skoob || Snapchat - vitorlpb